OFICINAS DE VERÃO 2020: INSCREVA-SE

Nos meses de janeiro e fevereiro, o Galpão Cine Horto realiza as Oficinas de Verão 2020. Serão cinco cursos teatrais para os públicos adulto, infantil e adolescente.

As oficinas têm duração entre cinco e seis dias e foram pensadas para as pessoas que desejam investir em cursos de curta duração de formação artística. Serão oferecidas as oficinas “A Preparação do ator para a cena” com Lydia Del Picchia (MG), “Corpo-acúmulo”, com Kenia Dias (SP) e Patricia Bizzotto (MG), “O corpo do ator”, com Emerson Danesi (SP), “Sonorização para teatro”, com Alexandre Galvão (MG) e Vinícius Alves (MG) e “O corpo animado”, com Guilherme Pam (MG) e Jeanne Kieffer (França), da Casa Volante.

Veja as informações específicas de cada oficina:


A PREPARAÇÃO DO ATOR PARA A CENA

com Lydia Del Picchia

A oficina focaliza o estudo do texto e emissão através de estímulos vocais e corporais, propondo ao ator uma investigação sobre o entendimento daquilo que conecta o trabalho em sala ao momento da cena, desenvolvendo princípios como o jogo, polifonia, a construção do ator criador, do teatro como coletivo, de maneira que o participante possa desenvolver sua atenção, escuta, disponibilidade e concentração. São exercícios que trabalham a energia do espaço e do corpo potencializadas para a criação.

Público alvo: Atores, bailarinos, performers, diretores, coreógrafos e estudantes de teatro e dança.
Número de participantes: até 20 alunos
Carga horária: 20 horas/aula (4 horas/aula por dia).
Data: 27 a 31/01 – de 14 às 18 horas
OBSERVAÇÃO: Os participantes devem usar roupas confortáveis que possibilitem a movimentação (moletom e camiseta) e levar bloco para anotações e caneta.
Investimento: R$ 200,00

Lydia Del Picchia

Mineira de Belo Horizonte, Lydia Del Picchia é formada pelo extinto Trans-Forma Centro de Dança Contemporânea, ponto de experiências culturais e interdisciplinares, fundado e dirigido Marilene Martins. Integrou diversos grupos, tais como o Trans-Forma, Cia. de Dança do Palácio das Artes e Grupo 1º Ato, exercendo funções de bailarina, professora, assistente artística e coreógrafa. Trabalhou com Dudude Herrmann, Graciela Figueroa, Klauss Vianna, Freddy Romero, Angel Vianna, Bettina Belomo, Sônia Mota, Tíndaro Silvano, Luis Arrieta, Rodrigo Pederneiras, Oscar Arraiz, entre outros.

Atriz do Grupo Galpão desde 1994, atua em todos os espetáculos do repertório, tendo trabalhado com Gabriel Vilella, Cacá Carvalho, Paulo José, Paulo de Moraes, Jurij Alschitz e Márcio Abreu. É também Coordenadora Pedagógica do Galpão Cine Horto desde 2004.

Dirigiu os espetáculos “In Memoriam” (2004), “Papo de Anjo” (2005), “Ensaio de mentira” (2013) no GCH, “Horas Possíveis” (2012) do Grupo Camaleão de Dança, “De Tempo Somos” (2014) do Grupo Galpão e “Estranha Civilização” (2016) da Cia. Absurda. Foi diretora assistente em “A Vida é Sonho” (2003) no GCH, “Um homem é um Homem” (2004), “Os Gigantes da Montanha” (2013) e “Outros” (2018) do Grupo Galpão.

***


CORPO-ACÚMULO
com Kenia Dias e Patricia Bizzotto

Ateliê prático que propõe o estudo das poéticas do acúmulo no corpo que move. Acúmulo de objetos, ações, sons e palavras ditas que (des) hierarquizam as partes do corpo e das imagens que se formam expandindo as possibilidades de montar, demolir e reinventar dramaturgias de movimento. Artista sonora convidada: Patrícia Bizzotto.

Público alvo: artistas da cena.
Número de participantes: até 20 alunos
Carga horária: 15 horas/aula (03 horas diárias)
Data: 3 a 7 de fevereiro, de 10 às 13 horas
Investimento: R$ 170,00

Kenia Dias
Coordena em parceria com Ricardo Garcia o estudiofitacrepeSP- ateliê de som e movimento, um espaço independente dedicado à pesquisa e experimentação na arte sonora e do movimento. É diretora, performer e artista pedagoga. Seus últimos trabalhos são: Rotas Inventadas (Escola de Música e Artes do Espetáculo/Porto/PT/2019); Cordial é a Caravela que te Pariu (EAD/USP/2018); Acúmulos, (Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi/SP /2018), todas em parceria na direção com Ricardo Garcia. É diretora de movimento nas peças Outros (Grupo Galpão); Eu de Você (solo de Denise Fraga); PretoperItamar (dir. Grace Passô); Capô (dir. Gerogette Fadel).

Patricia Bizzotto

Trabalha com trilha sonora para dança, teatro, vídeo e entre a música de concerto contemporânea e a música experimental, fronteira por onde investiga a interseção composição/interpretação/performance, o improviso e o corpo.

***


O CORPO DO ATOR
com Emerson Danesi

A oficina tem o objetivo de trabalhar a percepção e sensibilização do corpo do ator, bem como a construção da expressão.

Exercícios:
“Desequilíbrio” – percepção do eixo corporal em repouso e em movimento, soltura dos ombros e membros, conexão com a respiração e relaxamento ativo.

“Funâmbulo” – em complemento ao Desequilíbrio, o exercício trabalha a flexibilidade das pernas e a ampliação gestual dos braços, bem como a soltura do pescoço e a liberação das tensões dos ombros e costas.

“Loucura” – ampliação da consciência da expressão do ator, abertura de repertório corporal, quebra do gesto “comportado”/abertura do gesto “expressivo”.

“Maria Callas” – percepção da respiração e controle da ansiedade, construção do gesto no tempo e espaço e harmonização do corpo (parte superior com inferior, costas com frente e laterais esquerda com direita).

“Blues” – construção do gesto naturalista. Percepção dos fluxos de sensações, sentimentos e personagens na imitação do cotidiano.

Número de participantes: até 15
Carga horária: 15 horas/aula
Data: 10 a 14 da fevereiro (03 horas diárias das 14h às 17h, de segunda a sexta)
Investimento: R$ 220,00

Emerson Danesi

Ator, diretor teatral, produtor da Cia Teatral Macunaíma/CPT e professor de corpo, teorias e interpretação no CPTzinho – Curso de Introdução ao Método de Ator do Centro de Pesquisa Teatral do SESC Consolação. Trabalha com o Diretor Antunes Filho desde abril de 1996 e participou das seguintes montagens como ator: Drácula e Outros Vampiros, Fragmentos Troianos, Medeia 1 e 2, O Canto de Gregório, Antígona e Prêt-à-Porter 2,3,5,6,7,8,9, Coletânea 1 e 2, onde, além das temporadas nacionais, esteve nos Festivais Internacionais em Cuba, Japão, Turquia, Espanha e Portugal. Na TV fez o programa “Direções III” da TV Cultura sob a direção de Tata Amaral. No cinema trabalhou com Suzana Amaral em Hotel Atlântico e com Anna Muylaert em É Proibido Fumar. Formou-se na Faculdade de Belas Artes em Licenciatura em Educação Artística, foi professor do ensino fundamental de 1995 a 1998. Ministra oficinas de interpretação e corpo, desenvolvendo trabalhos como preparador de elenco.
Dirigiu o Projeto “X Moradias – São Paulo 2009” com a Performance “Você tem que Desistir”, uma parceira do SESC São Paulo e Instituto Goethe, a montagem do musical Lamartine Babo com texto de Antunes Filho( indicações ao prêmio Shell categoria música e prêmio Revista Quem pela direção) e o espetáculo “Marguerite, mon amour – Recital.Duras”.
Passou a coordenar o CPTzinho – Curso de Introdução ao Método de Ator desde 2016 com supervisão de Antunes Filho

***


SONORIZAÇÃO PARA TEATRO
Alexandre Galvão e Vinícius Alves

O objetivo do curso é a montagem prática de um sistema de sonorização para teatro e as principais dificuldades encontradas no dia a dia.
Passando por caixas acústicas e suas características, mesas de som analógicas e digitais, efeitos e processamento de áudio, tipos de microfones e sistemas sem fio e softwares de operação de trilha.

Público alvo: artistas e interessados
Número de participantes: até 20
Carga horária: 15 horas/aula (03 horas diárias)
Data: 17 a 21/02, de 10 às 13 horas
Investimento: R$ 200,00

Alexandre Galvão, Técnico de som e luz, iluminador, projetista de espaços culturais nas áreas de iluminação, áudio e vídeo; desenvolvedor de equipamentos de iluminação e sonorização para artes cênicas. De 1994 a 2010 foi operador de som e de luz do Grupo Galpão, no qual colaborou também na elaboração dos projetos de som e de luz de vários espetáculos, tais como: “Um Molliere imaginário”, “Um Trem Chamado Desejo”, “Partido”, “Till”, entre outros.

Vinicius Alves

É designer sonoro, técnico operador de som e técnico em telecomunicações com mais de 15 anos de atuação na área tecnológica. Possui em seu portfólio experiência com nomes expressivos do teatro brasileiro como Grupo Galpão, Armatrux, Espanca!, Armazém, Grupo Três, Gabriel Vilela, Yara de Novaes e People´s Palace Project. Passando por mais de 130 cidades em 6 países. Assina o design sonoro de espetáculos como Os Gigantes da Montanha (direção Gabriel Villela), De Temos Somos (direção Lydia Del Picchia e Simone Ordones), O Mercador de Veneza (direção Catherine Paskell), Tempo de Águas (direção Inês Peixoto) e dos shows Inversões (de Regina Souza) e Mari e Celi estão na cidade (de Marina Machado e Celinha Braga).

***


O CORPO ANIMADO
com Guilherme Pam e Jeanne Kieffer, da Casa Volante

Realizar um filme de animação quadro a quadro com pessoas! Essa oficina propõe a descoberta e a realização de um pequeno filme com a técnica de animação conhecida como pixilation. Nessa técnica de animação os personagens são pessoas reais e o movimento de seus corpos é feito quadro a quadro, a partir de uma sequência de fotos com até 30 fotos por segundo. Movimentos impossíveis se tornam possíveis, como voar, teletransportar, mudar de roupas instantâneamente, e até trocar de corpo! No universo da animação tudo é possível! Historicamente essa técnica explora a ludicidade dos efeitos permitidos pela composição física do vídeo.
Nessa oficina a turma será convidada a participar da criação coletiva de um curto filme em animação na técnica Pixilation. Serão apresentadas por meio de referências da história do cinema as bases elementares do filme de animação e mais especificamente na técnica Pixilation. Será proposto um laboratório experimental para se compreender os conceitos básicos da animação e da construção fragmentada do movimento e depois disso será realizado um exercício de roteiro: a turma, incluindo os orientadores, irão criar um roteiro direcionado para o uso dessa técnica. Durante a produção do filme serão apresentados todos os elementos que compõe um filme de animação, roteiro, story-board, direção, cenário, figurino, personagens, iluminação, fotografia, captura de imagem, montagem e edição, sonorização, finalização e no final de tudo, exibição!

Público alvo: crianças e jovens entre 7 e 19 anos
Número de participantes: até 20 alunos
Período: 13 a 20 de fevereiro, de 14 às 18 horas,
Carga horária: 24 horas/aula (4 horas/aula por dia)
Investimento: R$ 250,00

Guilherme PAM

Animador, bonequeiro e inventador de trapizongas e gambiarras diversas, é responsável pelas criações da Casa Volante ao lado de Jeanne Kieffer desde 2009 criando espetáculos de teatro de bonecos, filmes de animação e cenografias. Apaixonado pelo o que faz faz um pouco de tudo, no teatro e na animação trabalha na produção, na criação de textos e roteiros, na direção, atuação, animação, criação de bonecos, cenários, equipamentos cenotécnicos, sonoplastia, fotografia, iluminação, e edição. Iniciou sua carreira no grupo Giramundo participando da minissérie Hoje é Dia de Maria de Luiz Fernando Carvalho, junto com Ulisses Tavares criou o núcleo de animação do grupo onde criou diversos vídeos para espetáculos.

Jeanne Kieffer

É francesa e vive no Brasil desde 2008, formada em imagem e narração com menção honrosa no curso de belas artes da École Supérieure d’Art d’Épinal em 2005 e em artes da marionete na École Superieure National des Arts de la Marionnette de Charleville-Mézières em 2008. Tem um apego particular à histórias: escutar, vivenciar e contar. Usa vários meios de expressão para traduzir ao melhor as essências de humanidade que capta: desenho, espetáculo, filme de animação, vídeo, construção de objetos, etc… É ilustradora, bonequeira, contadora de histórias e atriz. Na Casa Volante é responsável pelo trabalho de criação dos textos. E tem um senso quase alemão de organização e coordenação de equipes.

***

Categoria: Cursos, Notícias | Assuntos:

Cadastre-se em nossa newsletter

E-mail*

Entre em contato

Rua Pitangui, 3613, Bairro Horto
Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP.: 31030-065

+55 31 3481-5580

contato@galpaocinehorto.com.br

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta das 9h às 22h, sábado das 9h às 17h e domingo das 15h às 21h.
Bilheteria – Aberta sempre 2h antes das apresentações.
Centro de Pesquisa e Memória do Teatro (CPMT) - segunda a sexta das 14h às 19h

Como Chegar