MOSTRAS DE CURSOS LIVRES E NÚCLEOS DE PESQUISA | 2º sem 2018 | dia 1

O Galpão Cine Horto organiza de 8 a 12 de dezembro uma mostra dupla com os trabalhos desenvolvidos pelos alunos dos Núcleos de Pesquisa e dos Cursos Livres de Teatro neste segundo semestre de 2018.

A abertura, na manhã de sábado, reúne quatro das 18 turmas dos Cursos Livres realizadas pelo Galpão Cine Horto no período, alternando apresentações de crianças, jovens e adultos.

Na sequência, os Jogos de Afeto mostram o resultado dos trabalhos realizados por idosos do Centro de Referência da Pessoa Idosa do Caiçara e do Centro Cultural Salgado Filho e por jovens do Centro de Referência da Assistência Social da Aarão Reis, em parceria com o Instituto Unimed.

A abertura da Mostra dos Núcleos de Pesquisa está prevista para 18h, com uma confraternização entre os pesquisadores das diferentes áreas, na abertura das mostras dos alunos de Pesquisa em Cenografia e Pesquisa em Figurino. Em seguida, às 19h, os alunos do curso de Pesquisa em Dramaturgia promovem a leitura dramática de seus trabalhos autorais, como resultado das pesquisas realizadas individualmente ao longo do semestre.

sáb, 8/12

MOSTRA DE CURSOS LIVRES

 

11h | Teatro Wanda Fernandes

A Mostra dos Cursos Livres de Teatro do Galpão Cine Horto tem como objetivo criar um espaço para que o aluno possa experimentar, diante de uma plateia, os exercícios propostos em sala.

Essa experiência, ao mesmo tempo pedagógica e artística, é fundamental para o processo de amadurecimento e apropriação do conteúdo desenvolvido no semestre, pois a prática do teatro está além da apresentação de espetáculos e cenas. Para que isto aconteça, é preciso estar atento, escutar a si mesmo e ao outro, confiar, arriscar-se e, sobretudo, estar disponível para o jogo.

 

JOGOS TEATRAIS

Voa Pássaro!

“O voo dos pássaros não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado” (Rubem Alves)

Esse semestre, nos inspiramos no livro Uma Professora Muito Maluquinha, de Ziraldo, e na forma como a personagem principal desse livro provoca em seus alunos o desejo pelo voo. Nosso exercício cênico baseia-se na vivência do semestre que, a partir dos jogos teatrais, desenvolve o entendimento do espaço e do coletivo, a capacidade de escuta e a imaginação dos nossos queridos passarinhos. Voem queridos!

Professores: Juliana Martins e Leandro Acácio

Participantes: Anita Martins Del Picchia, Artur Mattos Vaz de Melo, Beatriz Lima Tavares, Eduardo dos Santos Ferreira Malaquias, Giulia Lopes de Carvalho Zile, Laura Moreira de Rezende Rufini, Luisa Friedlaender Cosini, Luisa Lacerda Prata Broilo Rocha, Murilo Lúcio Gomes Gondim, Marco Aurélio Domareski, Késia Keren Gonçalves Dias

 

BÁSICO 1

A Floresta Maaaaagicaaaa

Um grupo de amigos vai acampar e acaba embarcando em uma aventura GIGANTE e animal!

Professora: Letícia Castilho

Participantes: André a preguiça, Clara a gata, Francisco o esquilo, Irupê a girafa gaga, Lucas a fada, Luiz Antonio o cachorro, Luísa o unicónio, Mariana a coruja, Pedro o gorila, Sofia a serpente

 

BÁSICO 2

É Verdade Esse Bilhete?

A mentira tem mesmo perna curta? Quem conta um conto aumenta um ponto? Nossa inspiração foram histórias. Lemos várias, conversamos sobre elas, contamos muitos casos e causos, alguns verdadeiros outros bastante duvidosos. Baseado na fábula O Pastor e o Lobo, a turma do Básico 2 desenvolveu seu exercício cênico a partir dos jogos vivenciados durante o semestre, das relações entre corpo e espaço e do entendimento da teatralidade.

Professora: Juliana Martins

Participantes: Airumã Vieira Gutierrez, Cecília Xavier Bastani , Felipe Alcântara Borges, Matheus Lemos Freitas, Nayara Demétrio Alher de Morais, Samuel Camara Gonçalves, Yago Henrique Esterlite Felipe

 

BÁSICO 3

E Foram Felizes Para Sempre… Será?

Por que toda menina é criada pra ser princesa? Por que as princesas dos contos de fadas têm corpos, peles e cabelos perfeitos? Por que sempre precisam de um príncipe para salvá-las? Nesse trabalho a turma tentou refletir sobre estas e outras questões que fazem parte do imaginário de crianças e jovens. Será que as princesas também não têm problemas?

Professora: Camila Morena da Luz

Participantes: Ana Luiza Lima, Bruna Melo Ferreira, Emilly Fábia Souto Costa, Gabriela Pereira Francisco da S. Rajao, Isabella Antunes de Oliveira e Souza, Kessy Lorraine Gonçalves, Maria Fernanda Guimarães Amaral, Raul Oliveira Aédes, Rubia Conavez Rocha Pereira

 

JOGOS DE AFETO – CRPI/CRAS

Encontro

No curso Jogos de Afeto, a linguagem teatral foi utilizada enquanto instrumento para aproximar gerações e facilitar o encontro entre usuários do CRPI (Centro de Referência da Pessoa Idosa) – Caiçara e dos jovens e adolescentes do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) – Aarão Reis.

Esse projeto, pioneiro em Minas Gerais, visa proporcionar a troca de experiência entre jovens e idosos, além de promover a cultura de respeito à pessoa idosa, a promoção de ações em cidadania dos atores, usuários e público envolvido.

Professor: Leandro Acácio

Participantes: Angelina Geralda, Carmem Irene, Edson de Paula, Franter Rodrigues Santos, Ilza de Souza Araújo, Lúcia Campos, Madalena Duarte de Oliveira, Margareth Luz, Marli Lemos dos Santos, Maria Frésia Galegos, Rita de Cássia Nascimento, Eloísa Andrade, Kaio Ricardo, Vinícius Matias, Maria Imaculada, Lídia dos Reis Sol, Mikeias Stefânia, Lia S. Lima, Leda Machado

 

JOGOS DE AFETO – Centro Cultural Salgado Filho

Retalhos

“Sou feita de retalhos. Pedacinhos coloridos de cada vida que passa pela minha e que vou costurando na alma.”

Retalho: parte que se tira, se corta de uma coisa. Parte separada de algo; seção; fração. Retalhos é um exercício cênico de finalização da oficina Jogos de Afeto. Retalhos de histórias, de lembranças, de vidas e corpos tão distintos. Como nossos corpos ocupam o espaço público? Como nossos corpos desocupam as regras nos espaços privados? Somos apenas uma fração do que queremos ser? Qual espaço nosso corpo ocupa?

Durante o semestre nos fizemos diversas perguntas. Não sabemos todas as respostas, mas acreditamos que o espaço é uma fração de tempo entre um pensamento e outro, o lugar ideal onde encontram-se as possibilidades infinitas de criatividade. E desejamos que nosso corpo esteja vivo, por inteiro. E seja Resistência.

Professor: Fábio Furtado

Participantes: Ana Rosa, Cecília Mariano, Cinara Ramos, Elizabeth de Almeida, Giovana Cristina, Maria Aparecida de Souza, Maria de Lourdes Ribeiro, Marilia de Azevedo, Neide Lourdes, Silvia Rejane e Vanessa de Almeida

 .

MOSTRA DOS NÚCLEOS DE PESQUISA

Coordenados por profissionais com importante atuação no mercado cultural, os Núcleos de Pesquisa do Galpão Cine Horto acontecem em períodos e formatos distintos, de acordo com as especificidades de seu conteúdo.

Neste semestre, sob a coordenação geral de Camila Morena da Luz, foram realizados cursos nas áreas de Cenografia, Dramaturgia e Figurino.

O primeiro dia da mostra deste segundo semestre concentra apresentações dos alunos de dramaturgia.

 

18h | Teatro Wanda Fernandes

ABERTURA

 

20h | Teatro Wanda Fernandes

MOSTRA DO NÚCLEO DE DRAMATURGIA

Leitura dos textos produzidos pelos participantes do Núcleo de Pesquisa em Dramaturgia

Coordenação: Vinícius Souza

Após uma exploração de elementos do texto dramatúrgico (como ação, personagem, espaço-tempo e performatividade), um passeio por diferentes linhas estéticas da escrita teatral e uma aproximação a diversos modos de criação em dramaturgia, os participantes encerram a edição deste ano com uma pequena mostra de trabalhos autorais. Cada trabalho é resultado de uma pequena pesquisa individual de cada autor e autora, compondo ao todo um panorama eclético das possibilidades de dramaturgia contemporânea.

Data: 8 a 12 de dezembro
Horário: Das 11h às 13h e das 18h às 21h
Ingresso: Entrada franca
Classificação: Livre
Categoria: | Assuntos:

Cadastre-se em nossa newsletter

E-mail*

Entre em contato

Rua Pitangui, 3613, Bairro Horto
Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP.: 31030-065

+55 31 3481-5580

contato@galpaocinehorto.com.br

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta das 9h às 22h, sábado das 9h às 17h e domingo das 15h às 21h.
Bilheteria – Aberta sempre 2h antes das apresentações.
Centro de Pesquisa e Memória do Teatro (CPMT) - segunda a sexta das 14h às 19h

Como Chegar