Mostra dos Cursos Livres de Teatro | Ter, 10/07

A Mostra dos Cursos Livres de Teatro do Galpão Cine Horto tem como objetivo criar um espaço para que o aluno possa experimentar, diante de uma plateia, os exercícios propostos em sala.

Essa experiência, ao mesmo tempo pedagógica e artística, é fundamental para o processo de amadurecimento e apropriação do conteúdo desenvolvido no semestre, pois a prática do teatro está além da apresentação de espetáculos e cenas. Para que isto aconteça, é preciso estar atento, escutar a si mesmo e ao outro, confiar, arriscar-se e, sobretudo, estar disponível para o jogo.

E é nessa atmosfera de risco, prazer e generosidade que convidamos os amigos e familiares e o público em geral a compartilhar conosco mais uma etapa de nossa aprendizagem.

::: Veja a programação completa :::

 

 

TEATRO 1 – turma 2

Menos Heidegger e outras coisas
Tem coisas que nos movem. Outras nos afetam e deslocam. Tem coisas que são um chamado para o coração, um marco, um desejo de mudança. O teatro é uma dessas coisas. E são coisas também as palavras, gestos, ações, ritmos, relações, espaços, corpos, olhares. Todas estas coisas são teatro e todas são vida também. Tentamos experimentar no T1, nesse primeiro contato com o exercício da atuação, alguns vínculos possíveis entre o jogo teatral e a vida pulsante – que quase sempre é o que nos impulsiona ao teatro.

Professor: Cristiano Peixoto
Alunos: Alunos: Aline Sacramento, Amanda Cerq, Bruno Marini, Benonina Botelho, Carol Peixoto, Dril Lopes, Laetitia Mordor, Larissa Antoniazzi, Laura Coutinho, Mariana Ceccato, Maria Helena Bicalho, Nina Schmoeller, Paulo Almeida, Rafael Seixas, Sandrelise Chaves, Tati Mesquita

——————————————–

TEATRO 3 – turma 1

O tempo existe, sim, e devora.
Texto livremente inspirado/adaptado – “O dia que júpiter encontrou saturno (nova história colorida)”,
Morangos Mofados, Caio Fernando Abreu.
Personas em estado de construção – Criação de ações no tempo e espaço, precisão, intenção, ritmo e pausas. Direções, quedas, rolamentos, oposições. Esboço de pessoas em partituras de ações, pedaços humanos que procuram, às vezes, inutilmente se recompor em cena. Algo que se modifica em encontros e desencontros. Nosso exercício é um silêncio, uma busca de ar num tempo difícil. Como quando se resolve dançar para que o céu não caia sobre as nossas cabeças
nesse Brasil descoberto num forro de corrupção. Cuidado ao atravessar essas ruas. Temos dor. Que se transmuta em meio a essa esperança por um Brasil melhor. Com mais afeto. Honestidade. Diversidade. Brilho no olho (lá vem ela com esse papo de brilho no olho de novo…). Não importa, temos o teatro, prazer que desemboca na aorta.

Professora: Kelly Crifer
Alunos: Adriano Goyatá, Deávila Ferreira, Fernanda Silva, Ieda Trindade, Iran de Oliveira Silva e Freitas, Isabella Wendling, Jose Mauro Cruz, Lucas Marques, Marcelle Montes, Marina França, Paulo Dias, Pedro Pereira, Priscila Neves, Renan Vieira, Sandro Azevedo, Valéria Dell’Isola, Vanda Lourenço, Willana Andrade

——————————————–

TEATRO 3 – turma 2

Montanha russa
Trechos texto “Vida/tempo” – Viviane Mosé
Exercitamos o desenho da ação no tempo e no espaço, intenção e precisão no jogo de ação -reação. As Pessoas. Os Corpos. Corridas circulares. Velocidades. Montanha russa. Equilíbrio precário. Espaço. Velocidades. O Tempo. O fragmento. Ações. Palavras. O esboço. O pedaço. Construções e desconstruções. Explosões físicas. Pessoas que se representam… Vazios, inquietações tecidas em partituras de ações físicas e vocais em um jogo de repetição e transformação. Debruçamos sobre o tempo que venta. Pausando-nos e nos impulsionando. Quem tem olhos pra ver o tempo? Soprando sulcos na pele soprando sulcos na pele. Soprando sulcos? “Eu parei de lutar contra o tempo. Ando exercendo instante. Acho que ganhei presença”. “Quem tem olhos pra ver o tempo? Soprando sulcos na pele soprando sulcos na pele. Soprando sulcos? Eu parei de lutar contra o tempo. Ando exercendo instante. Acho que ganhei presença”.

Professora: Kelly Crifer
Alunos: Nídia Ferreira, Bel Loyola, Jonathan Cuenot, Luisa Sousa, Luiz Gonçalves, Mariana Candido, Mateus Carneiro Martins, Thiago Alfenas, Thiago Henrique Monteiro, Tim Bagatelas

——————————————–

MÓDULO ESPECIAL

“O cara vai ao psiquiatra e diz “acho que meu irmão enlouqueceu, ele pensa que é uma galinha, doutor”. “Porque você não o interna?”, pergunta o médico. E o cara responde “pois é, mas eu preciso dos ovos”. Acho que é mais ou menos assim que vejo os relacionamentos: eles são totalmente irracionais, loucos, absurdos, mas a gente continua tentando porque precisa dos ovos.” – Woody Allen
Dramaturgia coletiva a partir de inquietações dos alunos em torno dos afetos e não afetos.

Professor: Júlio Maciel
Alunos: Bárbara Ribeiro, Clarissa Tomasi, Cristina Ribeiro, Daniel Pontes, Daniel Rodrigues, Davi Figueiredo, Glícia Bandeira, Lívia Ferreira, Luiza Fernandes, Rafael Souza, Raquel Carneiro, Tiago Carneiro

Data: 11/07/2017
Horário: 20h
Ingresso: Gratuito
Classificação: Livre
Categoria: | Assuntos:

Cadastre-se em nossa newsletter

E-mail*

Entre em contato

Rua Pitangui, 3613, Bairro Horto
Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP.: 31030-065

+55 31 3481-5580

contato@galpaocinehorto.com.br

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta das 9h às 22h, sábado das 9h às 17h e domingo das 15h às 21h.
Bilheteria – Aberta sempre 2h antes das apresentações.
Centro de Pesquisa e Memória do Teatro (CPMT) - segunda a sexta das 14h às 19h

Como Chegar