Mostra dos Cursos Livres 2017 | 2º Semestre

A Mostra dos Cursos Livres de Teatro do Galpão Cine Horto tem como objetivo criar um espaço para que o aluno possa experimentar, diante de uma plateia, os exercícios propostos em sala. Essa experiência, ao mesmo tempo pedagógica e artística, é fundamental para o processo de amadurecimento e apropriação do conteúdo desenvolvido no semestre, pois a prática do teatro está além da apresentação de espetáculos e cenas. Para que isto aconteça, é preciso estar atento, escutar a si mesmo e ao outro, confiar, arriscar-se e, sobretudo, estar disponível para o jogo.

E é nessa atmosfera de risco, prazer e generosidade que convidamos os amigos e familiares a compartilhar conosco mais uma etapa de nossa aprendizagem. Fiquem ligados no nosso site e página do facebook, temos ótimas novidades para 2018!

Matrículas abertas – 16 de janeiro | Início das aulas – 03 de março

 

Terça, 12/12 – 20h

 

TEATRO 1 – turma 2: É preciso aprender a ficar submerso

Em um mundo cada vez mais pragmático, em que o valor das coisas é medido sempre por sua funcionalidade, a sala de aula de uma escola de teatro é uma espécie de oásis. Neste semestre, investigamos o corpo e a voz, primeiro palco do ator,  como matéria criativa e expressiva para o ator. Temas como energia, dilatação, oposição, ritmo, contato e jogo se tornaram nosso vocabulário comum e também o veículo para a criação deste exercício. Submergimos em nós mesmo em busca de energias adormecidas; novas percepções de si, do outro e do espaço, novas relações e entendimentos, novas conexões… Aprender a ficar submerso para que a reação espasmódica se transforme em ação: relevante, preenchida e intencional.

Professor: Cristiano Peixoto

Alunos: Bryan Trivelato, Corina Macedo, Danielle Pessoa, Diego Rodrigues, Edson Pedro Marques, Juliano Baeta, Letícia Melo, Luisa Mapa, Natália Morais, Sílvia Eutrópio, Tage Marral, Thiago Grazzinelli

 

TEATRO 2 – turma 1: Tenho quebrado co(r)pos. Tenho recolhido cacos.                                       Estranho planeta e nele essa gente estranha.

Esse tempo. O mundo? Um estranhamento. Nos atropelos, cada qual cuida de si. Inspirados pelas poetisas Wislawa Szymborska e Ana Martins Marques, o Teatro 2 Turma 1, discutiu esses nossos  tempos, o cotidiano e o que não vemos ao redor, propondo um exercício de composição, cujo jogo entre espaço, corpo e texto fundamentam as imagens propostas.

Professora: Glaucia Vandeveld

Alunos:  Aline Sacramento, Amanda Salvador, Bruno Marini, Carlos de Faria, Cleber Jesus da Silva, Dril Lopes, Diogo Silva Ribeiro, Fabiana Soares, Fabíola de Souza, Gabriela Pinheiro Rocha, Isaac Vinícius Ferreira da Silva, João Maria, Letícia Ferreira, Letícia Leiva, Lorena Oliver, Maria Helena Bicalho, Nina Schmoeller, Tati Mesquita

 

TEATRO 3 – turma 2: Ninguém falou que seria fácil (Exercício livremente adaptado/inspirado na obra de Felipe Rocha)

Por que é que você vai embora? Por que você não deixa eu te agarrar? Não deixa eu sentar ao teu lado com calma e ouvir teu silêncio? A única coisa que fica, mas que passa sempre pelo mesmo ponto é a tua ausência.

O vazio. O ponto comum. O onde se encontram as partituras. Como ocupo aquele espaço, como faço o tempo transcorrer. Criamos a partir da relação corpo, tempo, espaço – ações, objetivos, jogo de ação-reação. O nosso desafio constante é deixar a “coisa” respirar para que ela aconteça: Querer explicitar demais ensurdece – deixar espaço pro outro. Nesse processo, a busca: os desdobramentos que nos desloca; Criar uma relação com as ações e com as palavras; Não interpretar as palavras, estar com elas. Nosso trajeto: criar a ação, exauri pela repetição e dar a volta construindo uma linha de acontecimento. Construção e desconstrução gerando um movimento.

Professora: Kelly Crifer

Alunos: Augusto Noronha, Carolina Soares, Daniel de Matos, Dhan Lopes, Diogo Emanuel, Fernando Dornas, Luane Moreira, Luciana Bizzotto, Maria Rihl, Mariana Ozório Lacorte, Mariana Ozório, Matheus Ribeiro, Ricardo Gandra, Victor Nascimento

 

MÓDULO CRIAÇÃO – ADULTOS: Surpresa!

Um aniversário, uma festa surpresa, um grupo de amigos idosos, uma kitinete repleta de memórias, suspense e revelações.

A montagem do módulo de criação se inspirou na peça Um Suéter laranja em dia de luto de André Felipe para criar uma nova versão da trama onde cada aluno pôde através de sua experiência e do trabalho em sala de aula criar um personagem que retrata com sensibilidade a vida na terceira idade.

Com o apoio do grupo de pesquisadores do Núcleo de Dramaturgia foi possível fazer uma adaptação que tentou dar voz a diversidade de anseios e expectativas da turma, trazendo um tom original e descontraído para a encenação. O trabalho também contou com a parceria dos Núcleos de Cenografia e Figurino do Galpão Cine Horto.

Professores: Camila Morena da Luz e Fábio Furtado

Alunos: André Braz, Andressa Lana, Clarissa Tomasi, Cristina Ribeiro, Daniel Rodrigues, Elisa Granha Lira, Fernanda Flores, Rafael Souza, Rodrigo Calil, Sandra Márcia, Túlio Akar, Velma Pimenta

Cenário: Núcleo de Pesquisa em Cenografia 2017

Orientação: Thálita Motta

Pesquisadores:  Álisson Valentim, Fabiana Metzker, Pedro Henrique Guimarães Castro, Ricardo Destro Júnior, Raquel Elizabeth Byrro Oliveira, Mário Henrique da Silva Santos.

Figurinos: Núcleo de Pesquisa em Figurino 2017

Orientação: Thálita Motta

Pesquisadores: Mariana Marques dos Santos, Maria Elisabeth da Silva, Stella Nardelli, Cleide Veronica de Souza

Dramaturgia: Núcleo de Pesquisa em Dramaturgia 2017

Orientação: Vinícius Souza

Pesquisadores: Bruno Marini, Letícia Badaró, Lucas Lanza, Mari Posa, Raphael Juliano

 

Data: 12/12/2017
Horário: 20h
Ingresso: Entrada gratuita
Classificação: Livre
Categoria: | Assuntos:

Cadastre-se em nossa newsletter

E-mail*

Entre em contato

Rua Pitangui, 3613, Bairro Horto
Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP.: 31030-065

+55 31 3481-5580

contato@galpaocinehorto.com.br

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta das 9h às 22h, sábado das 9h às 17h e domingo das 15h às 21h.
Bilheteria – Aberta sempre 2h antes das apresentações.
Centro de Pesquisa e Memória do Teatro (CPMT) - segunda a sexta das 14h às 19h

Como Chegar